terça-feira, 28 de junho de 2016

Quarenta e oito dias de Golpe: o Tribunal de Exceção!

Eron Bezerra *


A comissão de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff é, na prática, um tribunal de exceção, tal qual o tribunal da inquisição. Ali a fogueira era o destino certo dos que não cumpriam os mandamentos da então absoluta e poderosa “santa madre igreja católica”. Aqui, no tribunal de exceção do Senado, a cassação é o destino de quem ousa fazer políticas públicas para melhorar a vida do povo e fugir, mesmo que parcialmente, do manual de concentração de renda da classe dominante.

A prova da propina a Temer

O "padrinho" é guloso: fica com a parte do leão
publicado 28/06/2016
justiça.jpg
O destemido Ciro Gomes denunciou em recente entrevista ao DCM: num processo de dissolução de união estável que correu na Vara de Familia do Foro Central de São Paulo, Erika Santos pediu, em 1999, uma pensão mensal de R$ 10.000,00 e 50% do patrimônio do ex-marido, Marcelo de Azeredo, presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo, CODESP, por indicação do “padrinho”, o deputado federal Michel Temer, então presidente da Câmara.

Denúncia perde força e Dilma reúne aliados

Por Tereza Cruvinel, em seu blog:

A conclusão da perícia do Senado, de que a presidente suspensa Dilma Rousseff não foi responsável pelas pedaladas fiscais, explicita a natureza golpista do impeachment e enfraquece muito a denúncia de crime de responsabilidade, avaliam o PT e a defesa de Dilma. Restará a acusação de que três decretos violaram a meta fiscal, o que não se sustenta, pois a meta foi reajustada no final de 2015, diz o deputado petista Paulo Pimenta. Com este ganho para a defesa técnica, Dilma tentará, em reunião amanhã, aparar diferenças com a Executiva do PT sobre a proposta de um compromisso público dela com a realização de um plebiscito sobre nova eleição, tão logo seja absolvida e reconduzida ao cargo. A reunião com os movimentos sociais ocorrerá depois do acerto com o partido.

Defesa do SUS: Movimentos querem reunir 20 mil no ato de 6 de julho



 
 
A marcha visa reafirmar a necessidade de fortalecimento do Sistema único de Saúde (SUS), em defesa de uma saúde pública universal, e denunciar os ataques à democracia, e aos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras conquistados a duras penas.
 
Não são poucos os ataques às conquistas que o povo brasileiro arduamente garantiu por meio da luta, como parte integrante da nossa Constituição Cidadã. Seja através de projetos que tramitam na Câmara e no Senado, e pelas ações adotadas pelo governo interino, o fato é que somente com mobilização e organização será possível barrar a extinção de nossos direitos.

“Eles querem retirar a diversidade da escola”


Renata Aquino, do Professores contra o Escola Sem Partido.

Para a integrante do movimento que critica o Escola Sem Partido, o grupo de Miguel Nagib quer manter fora da escola o que contraria a moral cristã

O movimento Professores contra o Escola Sem Partido começou com um grupo de estudos de graduandos em história na Universidade Federal Fluminense (UFF). A atividade fazia parte da aula de pesquisas e práticas de história e o professor, Fernando Penna, trouxe para a discussão a proposta do movimento criado pelo advogado Miguel Nagib. O grupo passou, então, a se debruçar sobre o Escola Sem Partido há um ano e criou uma página no Facebook e um site, onde monitora os projetos de Lei sobre o tema apresentados pelos Estados. Também passou a dar palestras em universidades sobre o assunto, chegando até a ser hostilizado por apoiadores do projeto de Nagib.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

PROGRAMA TABIRA EM TEMPO Nº 65

PROGRAMA TABIRA EM TEMPO Nº 65

ATENÇÃO PARA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE TABIRA, PERNAMBUCO:

1. DEVIDO A FERIADO DE SÃO PEDRO A FEIRA DE TABIRA SERÁ ANTECIPADA PARA TERÇA-FEIRA, DIA 28.

2. COMPESA INFORMA QUE CLIENTES PODERÃO RECEBER CONTA DE ÁGUA POR E-MAIL.

3. COM POESIA E MÚSICA, CASA DA CULTURA É INAUGURADA EM TABIRA.


ATENÇÃO PARA AS NOTÍCIAS DE DESTAQUES DA SEMANA PELO BRASIL

4. DEPUTADA DO PC DO B MANOELA D’ÁVILA DENUNCIA OS CRIMES DA HOMOFOBIA NO BRASIL E NO MUNDO
Áudio do védeo 1

5. LULA MANDA UM LINDO RECADO NO PROGRAMA DE HOJE PARA  A JUVENTUDE BRASILEIRA QUE AINDA SONHA.  FIQUE LIGADO!
Áudio do vídeo n. 2

6. PROPOSTA DO GOLPISTA MICHEL TEMER DE LIMITAR  GASTOS POR 20 ANOS VAI FERRAR COM OS MAIS POBRES E COM OS DESEMPREGADOS, AFIRMA DIPLOMATA

Áudio do vídeo 3


7. TODO PAÍS SÉRIO DO MUNDO TEM UMA TV PÚBLICA DE QUALIDADE, O GOLPISTA MICHEL TEMER QUER ACABAR COM A NOSSA
Áudio do vídeo 4


8. FILÓSOFO ALYSSON MASCARO EXPLICA O PAPEL DO DIREITO E A SUTILEZA DOS GOLPES DE NOVO TIPO

ATENÇÃO PARA AS NOTÍCIAS DE DESTAQUES DA SEMANA PELO MUNDO

13. GOLPE NO PARAGUAI: 4 ANOS DE DEVASTAÇÃO SOCIAL E ECONÔMICA NEOLIBERAL


14. VENEZUELA CONQUISTA NOVA VITÓRIA NA OEA

TABIRA: DOIS BRASIS EM CONFLITO: A SAÍDA É PELA ESQUERDA


  
Resultado de imagem para manifestação de ruaResultado de imagem para manifestação de rua contra o golpeREFLEXÃO DA SEMANA Nº 65

Por Dedé Rodrigues

Bom  dia meus amigos e minhas amigas ouvintes do Programa Tabira em Tempo. Primeiro do que tudo “fora Temer”. A luta de classes e os projetos em disputas no  Brasil atual confirmam o conflito entre dois Brasis: um Brasil defendido pelas forças mais à esquerda, com mais democracia, mais distribuição de renda e a ampliação dos direitos sociais e humanos. E o outro Brasil defendido pelas forças da direita golpista,    com menos democracia, menos distribuição de renda,  menos direitos sociais e humanos,  exceto para eles. Mas como isso tem ocorrido na  prática na história do Brasil se todas as forças políticas em disputas, tanto da esquerda como  da direita,  dizem nas eleições que querem uma cidade, um Estado e um  país melhor?

Governo e base parlamentar estão desmontando o Estado brasileiro



Agência Senado
O Poder Executivo e sua maioria parlamentar não estão paralisados. Pelo contrário! Estão trabalhando a "todo pano" contra o povo e seus direitos!  
O Poder Executivo e sua maioria parlamentar não estão paralisados. Pelo contrário! Estão trabalhando a "todo pano" contra o povo e seus direitos!  

Enquanto alguns setores políticos e sociais protestam e combatem o "golpe" que afastou a presidente reeleita em 2014, o governo do presidente interino Michel Temer (PMDB) e sua base parlamentar desmontam o Estado brasileiro. O quadro atual se configura em relevante contradição, pois as propostas, de autoria do governo anterior, colidem com o programa aprovado nas urnas em 2014.

“Governo ilegítimo de Temer é contra os pobres”, afirma Patrus



Foto: RafaB – Gabinete Digital/PR
 
 

“Todos os atos desse governo ilegítimo, que chegou ao poder através de um golpe, apontam claramente: é um governo contra os pobres”, enfatizou Patrus.

Os ataques dos golpistas ao Bolsa Família também foram abordados por Patrus, que implementou o programa quando foi ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome do primeiro governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

domingo, 26 de junho de 2016

Pesquisa feita na Parada LGBT de SP aponta: 53% querem novas eleições



 
 

Ainda de acordo com a pesquisa, 32% veem na volta de Dilma Rousseff à presidência como a alternativa mais razoável. A pesquisa revelou também que 80% dos entrevistados disseram não ter ido a passeatas pró-impeachment convocados pela direita.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Ainda só preto, pobre, prostituta e petista















Por Eduardo Guimarães
Se você colocar a frase “Preto, pobre, prostituta e petista” entre aspas e a jogar no Google, este link será o primeiro resultado. É de matéria publicada nesta página em 2013, por ocasião da prisão do ex-deputado pelo PT de SP José Genoino.

O petista em questão fora condenado “por corrupção”. Diante disso, naquela matéria reproduzi uma foto da mansão que ele auferiu com seus “atos corruptos” e que, graciosamente, reproduzi de novo no alto desta página.

Genoino quase morreu do coração na cadeia, tal foi seu sofrimento. Um homem de vida impecavelmente limpa que amargou a humilhação das humilhações para quem é honesto. Depois dele, vários outros petistas foram presos. E alguns até já cumpriram pena e foram soltos.

Desde 2013, quando começaram a prender petistas a torto e a direito, com certeza prenderam algum culpado, mas certamente prenderam inocentes, entre os quais o próprio Genoino.

Carta aberta a Sérgio Moro

Por Paulo Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:

Caro Moro:

Me desculpe a franqueza, mas o senhor é uma desgraça nacional. Simboliza a justiça partidária que tanto mal faz ao país.

O senhor é um antiexemplo. No futuro, quando formos uma sociedade mais avançada, ficará a pergunta: como pudemos tolerar um juiz tão parcial?

Sequer as aparências o senhor respeitou. São abjetas as imagens em que o senhor aparece ao lado de barões da mídia como João Roberto Marinho e de políticos da direita como João Dória.

O senhor tem ideia do que aconteceria na Inglaterra se um juiz com tanto poder como o senhor confraternizasse com caciques da política e da mídia?

Mas o pior não foram as aparências: foram e são os atos práticos.

Como o senhor não se envergonhou de participar dos espetáculos circenses em que o objetivo era criminalizar um e apenas um partido, o PT?

Como o senhor não se envergonhou em passar para a Globo conversas criminosamente gravadas entre Lula e Dilma?

Por que Moro invadiu casa de Senadora?

É a globalização da Justiça anti-petista!















Quer dizer que o Juiz da Torre de Londres achava que, depois de tudo o que fez com o José Dirceu e o Vaccari, de todos o "não vem ao caso" do PSDB, o PT ainda ia guardar algum documento sensível na sede em São Paulo?

Por que invadir a casa de uma senadora da República, sem autorização do Supremo?

Por que a "condução coercitiva" do Ministro Gabas?

Por acaso ele ameaçou fugir?

Para sair na telinha da Globo?

Para arrumar provas que ainda não tem contra o Lula?

Quem tem peito de dizer um peraí ao Moro, como sugeriu o Aragão?

Eis a nota dos senadores do PT:

Lula vai ao STF por direito de resposta no Jornal Nacional



Foto: Reprodução
 
 

No pedido, Lula enfatiza que a reportagem da Globo “sequer deu a oportunidade ao reclamante de apresentar sua versão dos fatos” e pede que seja concedida a liminar para determinar à TV Globo que divulgue, no Jornal Nacional, a sua resposta, como assegura a lei. A a ação será analisada pelo ministro Edson Fachin.

CRISE NO STF: Ministro Marco Aurélio renuncia à presidência da Comissão de Regimento Interno


  •  
  •  
  •  

O ministro Marco Aurélio renunciou à presidência da Comissão de Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal. Ele comunicou o presidente da corte, ministro Ricardo Lewandowski, da decisão depois de um pedido seu para que o presidente suspendesse a análise de uma proposta regimental ser rejeitado pelos colegas e a proposta, aprovada por unanimidade.