sábado, 28 de fevereiro de 2015

NENHUM GRANDE PAÍS ENTREGA DE GRAÇA SUAS GRANDES RIQUEZAS AOS OUTROS. POR QUE O BRASIL ENTREGOU A VALE?

Comissão Política: Derrotar o golpismo, fortalecer a contraofensiva


  

Durante toda esta sexta-feira (27) a Comissão Política Nacional do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) esteve reunida na sede nacional, em São Paulo, e aprovou um documento com importantes considerações sobre a conjuntura política, que aponta como centro da atuação dos comunistas neste próximo período a mobilização para barrar a campanha golpista em curso. Leia a íntegra da resolução. 

CINEASTA BRASILEIRO LUIZ C. BARRETO ALERTA: “QUEREM SACRIFICAR DILMA E LULA PARA PRIVATIZAR PRÉ-SAL”

Barreto260215
O país não pode abrir mão da Petrobras e de empreiteiras brasileiras que têm não só mercado nacional como internacional, dada a qualidade dos serviços, know-how técnico dessas empresas, “hoje patrimônio nacional”, afirma o cineasta Luiz Carlos Barreto em entrevista à jornalista Marilu Cabañas, na Rádio Brasil Atual.

PSDB desiste do #Impitimaémeuzovo

Autor: Miguel do Rosário

A cúpula do tucanato se reuniu nesta sexta-feira.

E amarelaram diante do impeachment.

É a primeira vitória política provocada pelo encontro na ABI da terça-feira, no qual Lula deixou bem claro que, se a direita quiser guerra, haverá guerra.

Para vocês verem como é importante fazer a luta política e ir para a contra-ofensiva.

Os próprios tucanos não conseguiram esconder que desistiram do impeachment em virtude das declarações de Lula e do MST.

Ficaram com medo de uma deflagração social.

A ENTREVISTA DO DIA (Ex-diretor da ANP denuncia golpe contra maior petroleira do mundo)



Haroldo Lima, ex-diretor da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) denuncia acossada e torpe campanha das forças entreguistas em abrir espaços para que estrangeiros explorem o pré-sal, uma atitude clara contra os brasileiros e brasileiras que trabalharam para construir a maior empresa de petróleo do mundo.


"As forças vivas da nação não devem se deixar enganar. Ontem, como hoje, a Petrobras é pedra de toque dos interesses nacionais no Brasil", afirmou ele durante entrevista à TV Vermelho.  

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

REFLEXÃO DO DIA (Crise política: Caminho é a luta)


Por José Reinaldo Carvalho, no siteVermelho:

Na política, como na vida, nada é absoluto a não ser o movimento. E precisamente neste está contida a polarização como lei inexorável da luta política e social. É dos antagonismos que surgem as mudanças. A crise é o momento que precede as mudanças. Não se pode fugir nem da polarização nem das crises se se quer revolucionar a sociedade.

CPI da Petrobras convocará FHC?



http://pigimprensagolpista.blogspot.com.br/
Por Altamiro Borges

A bancada do PT protocolou nesta quinta-feira (26) o pedido para ampliar as investigações da CPI da Petrobras criada na Câmara Federal. A partir da “delação premiada” do ex-diretor da estatal, Pedro Barusco, de que o milionário esquema de propinas teve início em 1997, os petistas avaliam que é indispensável analisar as origens da corrupção na Petrobras. Durante o reinado privatista de FHC, várias medidas suspeitas foram tomadas na empresa – inclusive a que anulou os processos de licitação pública. Na época, até jornalistas da direita tupiniquim, como o falecido Paulo Francis, denunciaram que a Petrobras havia virado um antro de maracutaias, enriquecendo diretores da estatal e executivos das empreiteiras.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

REFLEXÃO DO DIA

Rastilho de ódio


Luciano Siqueira *

Muito mais do que a discordância natural em relação ao governo, propaga-se como o vento um sentimento oposicionista contaminado pelo preconceito, a intolerância e o desrespeito à convivência democrática.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Autor de Privataria Tucana denuncia cerceamento de dados sobre HSBC


O jornalista Amaury Ribeiro Junior, autor de Privataria Tucana, decidiu deixar o quadro de profissionais que integram o Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ), depois que foi impedido de ter acesso às informações sobre o caso das movimentações ilegais em contas de brasileiros no HSBC da Suíça.



Jornalista Amaury Ribeiro Junior tenta investigar o caso HSBCJornalista Amaury Ribeiro Junior tenta investigar o caso HSBC
Em troca de cartas entre o jornalista e a vice-diretora da entidade Marina Walker, publicadas pelo Último Segundo, Amaury pede acesso aos dados, mas tem seu pedido negado pelo ICIJ que diz que ele não fazia parte de um grupo menor selecionado para as investigações.  Walker diz que apenas o jornalista Fernando Rodrigues, do UOL (ligado ao jornal Folha de S. Paulo), pode ter acesso às informações.

Globo sumiu quando Randolfe anunciou CPI da sonegação no HSBC suíço #GloboMostraDARF

Cadê o indefectível microfone da TV Globo nesta foto?

A foto é do fim da manhã desta quinta-feira (26), no momento em que o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) dava entrevista anunciando que conseguiu o apoio de 31 colegas para abrir uma CPI da sonegação fiscal por meio de contas no HSBC, na Suíça.

São quatro assinaturas a mais que o mínimo necessário para instalação de uma comissão parlamentar de inquérito.

Na foto tem microfone da TV Record, da Rede TV, da CNT, da TV Senado e de algumas rádios. Mas da Globo, nada.

O parlamentar é um dos que tem defendido a necessidade de investigação do caso e uma cobertura mais ampla por parte da imprensa. Em discurso na terça-feira (25), ele lembrou que jornais do mundo inteiro estão noticiando, diferentemente do que ocorre no Brasil:

Petróleo que Globo diz estar “no fundo do mar” já enche 700 mil barris/dia

Donos de uma fortuna de 21 bilhões de dólares, os três filhos de Roberto Marinho bem que poderiam abrir um jornal. Mesmo não sendo muito lido – e está sendo cada vez menos –, pelo menos os manteria informados. Em vez disso, enterraram sua fortuna em um gigantesco e bilionário partido político ao qual deram o nome pomposo de “Organizações Globo”.

Esse partido midiático, em sua versão impressa e digital, acaba de produzir uma catilinária – que os irmãos bilionários chamam de “editorial” – atacando iniciativa de intelectuais como Fabio Konder Comparato, Marilena Chauí, Cândido Mendes, Celso Amorim, João Pedro Stédile, Leonardo Boff, Luiz Pinguelli Rosa e Maria da Conceição Tavares, entre outros, em defesa da Petrobrás e do sistema de partilha nos campos do pré-sal.

Suzane von Richtofen esfaqueia a Globo

Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

A Globo tentou transformar São Paulo x Danúbio numa atração noturna. Apesar do belo gol de Pato, que abriu a goleada por 4 a zero contra o time uruguaio pela Libertadores, o jogo não emplacou.

O Esporte e o Jornalismo da Globo, sob comando de Ali Kamel, estão cada vez mais ancorados nas novelas e nos programas de “entretenimento” (palavra horrorosa). Sem as novelas, o Bonner é apenas um rapaz vaidoso com mecha branca nos cabelos. Gasta seu tempo em tramas internas, afastando apresentadores e editores.

Enrolada na Lava Jato, oposição desiste da CPI da Petrobrás

Por Miguel do Rosário

Depois do escarcéu todo, a oposição conseguiu criar a CPI da Petrobrás no dia seguinte à eleição de Eduardo Cunha.

É a milésima CPI da Petrobrás que se cria durante a era Lula / Dilma. Só nos últimos meses, foram umas três.

Só que dessa vez, a oposição correu da raia.

Segundo o senador Humberto Costa, o fato de haver gente da oposição envolvida nas denúncias da Lava Jato, e os delatores terem informado que a corrupção teve início durante o governo FHC, esfriou o ânimos dos carbonários que achavam que iriam, com ajuda da mídia, incendiar o país.

A oposição desistiu da CPI da Petrobrás.

PAC 2 executou 99,7% das ações previstas em quatro anos

Até o final de 2014, o PAC 2 executará R$ 1,066 trilhão, o que representa 96,5 % do previsto para o período 2011-2014. Energia, transportes e habitação são algumas das áreas beneficiadas pelas obras de infraestrutura do PAC 2. A geração de energia elétrica, petróleo e gás natural recebeu R$ 253,3 bilhões.


Cerca de R$ 67 bilhões foram investidos em empreendimentos do PAC 2 no eixo de transportes. O programa Minha Casa, Minha Vida concluiu empreendimentos no valor de R$449,7 bilhões, sendo 3,7 milhões de casas contratadas e 1,87 milhão entregues.



O pacote de bondades de Cunha aprovado pela Câmara


A Mesa Diretora da Câmara aprovou nesta quarta-feira (25), o reajuste de diversas verbas parlamentares num festival de bondades, parte das promessas feitas por Eduardo Cunha, do PMDB-RJ, em eleição para a presidência da Casa.



Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados
  
Desta forma, os preclaros parlamentares terão reajuste na verba de gabinete, que passa de R$ 78 mil para pouco mais de R$ 92 mil. Por mês. Outra boa verba é o auxílio-moradia, que vai de R$ 3,8 mil para R$ 4,2 mil.

O cotão, que é a alcunha da verba indenizatória, teve reajuste de 8%, indo de quase R$ 28 mil para pouco mais de R$ 30 mil. Esta verba tem este valor para os deputados do Distrito Federal, os que recebem menos, sendo o maior destinados aos de Roraima, que passam dos quase R4 42 mil para quase R$ 45 mil.

VOCÊ SABE ONDE ESTÁ A CORRUPÇÃO NO BRASIL?


1.357.625 visualizações
A corrupção no Brasil é endêmica, ou seja, é encontrada em todo lugar. Não é exclusividade da classe política. Veja a análise desse jornalista. Para nossa reflexão enquanto sociedade

Dilma anuncia previsão de mais 3 milhões de moradias em todo o país


A presidenta Dilma Rousseff, durante discurso na entrega de 920 unidades do programa Minha Casa Minha Vida, em Feira de Santana (BA), nesta quarta-feira (25), anunciou que a terceira fase do programa deve ter início já no próximo mês de março, com a previsão de construção de mais 3 milhões de moradias em todo o Brasil.


Fernando Frazão/Agência Brasil
Minha Casa Minha Vida já beneficiou 11 mil famílias na cidade baiana. Expectativa é que outras 18 mil famílias sejam atendidas pelo programa até março de 2016Minha Casa Minha Vida já beneficiou 11 mil famílias na cidade baiana. Expectativa é que outras 18 mil famílias sejam atendidas pelo programa até março de 2016

O Minha Casa Minha Vida contemplou quase 11 mil famílias em Feira de Santana desde a implementação do programa, sendo 6 mil delas de 2013 para cá, de acordo com levantamento da prefeitura da cidade baiana. A expectativa é que outras 18 mil famílias sejam atendidas até março de 2016, o que representa mais de 50% da demanda por moradia do município

Porsche desmoraliza o Judiciário

Por Altamiro Borges

Os ilustres membros do Judiciário – o mais hermético dos poderes da República e também o mais corrupto, segundo vários estudos –, adoram os holofotes midiáticos. No geral, prevalece uma relação promíscua entre estes dois aparelhos de hegemonia na sociedade. Os juízes nunca investigam os barões da mídia, nunca punem os impérios midiáticos nos casos de desrespeito à Constituição e ainda garantem sentenças favoráveis ao setor – como agora, na condenação do blogueiro Miguel de Rosário, perseguido pelo censor Ali Kamel, diretor de jornalismo da poderosa Rede Globo. Na outra ponta, os veículos de imprensa não acionam suas equipes de “jornalistas investigativos” para apurar denúncias de irregularidades no Poder Judiciário. Há uma relação de sedução e medo entre estes dois aparatos. Muito raramente ela é quebrada, como agora com a patética história do juiz Flávio Roberto de Souza, flagrado ao volante de um luxuoso Porsche apreendido do empresário-trambiqueiro Eike Batista.

Cinco perguntas para a Sabesp responder


Da revistaCartaCapital:


Enquanto milhares de pessoas enfrentam racionamento e outras mudam seus hábitos para economizar água, diante da crise hídrica em São Paulo e dos alertas divulgados em cadeia de rádio e televisão, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) se nega a divulgar informações de interesse público sobre os maiores consumidores do produto no Estado.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Evento na ABI marca início de contra-ofensiva








Por Miguel do Rosário

Imagine um evento que reúna milhares de pessoas.

Dezenas de cientistas e engenheiros importantes.

As principais lideranças dos movimentos sociais, sindicais e partidárias.

Juristas da OAB.

O ex-presidente da República, até hoje considerado o melhor da nossa história (não é “opinião”, é o que diz o Datafolha), e já favorito para as eleições de 2018.

Blogueiros, jornalistas, ativistas digitais.

Um representante do Conselho de Administração da Petrobrás.

Vereadores, deputados, sindicalistas, midialivristas.

Imagine um evento assim, e que mesmo diante dos terríveis perigos que ameaçam a economia brasileira, é realizado num clima de serenidade, confiança e espírito democrático.

Quebrar o Brasil, o projeto da direita para derrubar Dilma










Autor: Fernando Brito

Lamento informar ao Ministro Joaquim Levy: os problemas de nossa economia não estão vindo tanto da falta do “ajuste fiscal” – embora, sim, seja necessário cortar gastos nos momentos de dificuldade – mas no projeto da direita brasileira de quebrar a economia nacional como forma de criar, mais adiante, o clima político para o que deseja desde a noite em que foi proclamado o resultado das eleições e confirmada a vitória de Dilma Rousseff.

Lula: Quero paz e democracia e eles querem guerra, eu sei lutar também

O ato em defesa da Petrobras, organizado por movimentos sociais e a Federação Única dos Petroleiros (FUP), ocorreu nesta terça-feira (24), no auditório da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro. Contou com a presença de lideranças sindicais, de juventude e intelectuais que falaram sobre as tentativas de golpear a estatal e criminalizar sua história. Os discursos condenaram as ações da grande mídia na instrumentalização política das denúncias de corrupção na petroleira.




Ex-presidente voltou a criticar a cobertura da mídia sobre as investigações na estatal. “Honestidade não é mérito, é obrigação. Eu quero paz e democracia, mas se eles querem guerra, eu sei lutar também”, disse Lula.Ex-presidente voltou a criticar a cobertura da mídia sobre as investigações na estatal. “Honestidade não é mérito, é obrigação. Eu quero paz e democracia, mas se eles querem guerra, eu sei lutar também”, disse Lula.



Do Portal Vermelho, com agências

NOTAS VERMELHAS: FIQUE LIGADO!

Globo amplia propaganda do golpe e do ódio 

  

Chega a ser inacreditável o que a mídia hegemônica é capaz de fazer para atingir seus objetivos políticos. Sob uma capa mal ajambrada de imparcialidade, incentivam a instabilidade política e o ódio ao campo popular e democrático. Mas agora O Globo resolveu que mesmo a fina e quase invisível camada de prudência desapareceu e convoca abertamente para o golpe. 

REFLEXÃO DO DIA

Lula põe o bloco na rua


Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

“A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobrás e, mal começa esta a funcionar, a onda de agitação se avoluma.”

Só interessa aos concorrentes destruir a Petrobras, diz Aldo Rebelo


O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo, criticou nesta segunda-feira (23) as tentativas da oposição ao governo de destruir a imagem da Petrobras após as denúncias de corrupção na estatal. O ministro proferiu a aula inaugural do curso de Engenharia da Inovação no Instituto Superior de Inovação e Tecnologia (Isitec), o primeiro curso do país formulado e estruturado por uma entidade sindical, no caso o Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo.




Beatriz Arruda/Seesp
Aldo Rebelo, em aula inaugural de curso de Engenharia: "A Petrobras pertence ao país e não a meia dúzia de dirigentes"Aldo Rebelo, em aula inaugural de curso de Engenharia: "A Petrobras pertence ao país e não a meia dúzia de dirigentes"

FHC é “o pai da privataria tucana”

Por Altamiro Borges

A entrevista da presidenta Dilma, em que ela fustigou FHC ao lembrar que no seu governo nada foi apurado sobre as denúncias de corrupção na Petrobras, segue rendendo – o que comprova que ela acertou no alvo e na nova estratégia de partir para o enfrentamento e não levar mais desaforo para a casa. Nesta segunda-feira (23), o site do Instituto Teotônio Vilela, órgão da pretensa intelectualidade do PSDB, reagiu enfurecido. Num artigo carregado de adjetivos, típico dos desesperados, o ITV rosnou: “Dilma foi uma espécie de mãe do petrolão. Cabe a ela e ao PT responder pelos 12 anos de assalto do partido à empresa”

Administração tucana pode levar universidades do Paraná à falência


As sete universidades estaduais do Paraná correm o risco de não iniciar as aulas na data prevista este ano porque não há orçamento nem para manter as necessidades básicas como limpeza, contas de água, luz, telefone, manutenção e vigilância. “O estado está quebrado”, afirma pró-reitora de Graduação da Universidade Estadual do Paraná, Liliam Faria Porto Borges.

Por Mariana Serafini, do Portal Vermelho



Odair Rodrigues
Os professores da rede estadual já entram na terceira semana de greveOs professores da rede estadual já entram na terceira semana de greve
Em 2014 o Estado não encaminhou todo o orçamento de custeio das universidades estaduais. A expectativa era que o restante fosse depositado no início deste ano. No entanto, o secretário da Fazenda do Paraná, Mauro Costa, anunciou que governo não vai disponibilizar orçamento de custeio este ano. Ou seja, as universidades não têm condições de abrir as portas. 

NOTAS VERMELHAS: FIQUE LGADO!

Os objetivos ocultos da operação Lava a Jato 

  

A luta política se dá em múltiplas dimensões. Um governo oriundo do campo popular e democrático, que trilhe um caminho de desenvolvimento com distribuição de renda, tem na economia um dos fortes pilares de sua sustentação ou do seu enfraquecimento. 

BLOG MEGACIDADANIA DENUNCIA...



Enquanto o jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, segura os nomes de uma lista enorme com contas do HSBC em paraísos fiscais, o blog Megacidadania já conseguiu revelar um: o de um ex-assessor do Governo FHC, responsável pelo programa de venda de estatais na década de 90.

Leia: http://www.megacidadania.com.br/envolvidos-com-fhc-e-oculto-no-hsbc/



Banco Máxima e FHC até o talo

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Lula em ato pró Petrobrás: “A gente quer paz, mas sabemos brigar”

Autor: Eduardo Guimarães
Diante da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio, militantes do PT e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) enfrentaram aproximadamente 15 pessoas que, munidas de panelas, foram lá gritar palavras de ordem como “fora PT” e pedir impeachment de Dilma Rousseff. Os dois grupos entraram em choque várias vezes, trocando socos e pontapés.

Pitacos do dia

“Depois de 1800 prisões e 14 suicidios, a Operação Mãos Limpas na Itália deu no Berlusconi”
— Lula

“Antes do julgamento eles querem te fazer bandido na imprensa”
— Lula

“O que eles não engolem é a lavadeira agora querer máquina de lavar”

— Lula

Caso HSBC provoca debate sobre pressão comercial no jornalismo


“Se grandes jornais permitem que corporações influenciem seu conteúdo por medo de perder receita publicitária, a democracia está em perigo”. A frase é de Peter Oborne, principal comentarista político do Daily Telegraph, que pediu demissão acusando o jornal britânico de suavizar sua cobertura jornalística em nome de um contrato publicitário. 



Segundo Oborne,funcionários do Telegraph receberam ordem de destruir todos os emails, anotações e documentos ligados ao inquérito. Segundo Oborne,funcionários do Telegraph receberam ordem de destruir todos os emails, anotações e documentos ligados ao inquérito. 
Segundo Oborne, o Telegraph omitiu informações sobre denúncias de que o HSBC teria ajudado milhares de clientes a lavar dinheiro na Suíça. Depois de publicar seis artigos sobre a investigação sofrida pelo banco, funcionários do Telegraph receberam ordem de destruir todos os emails, anotações e documentos ligados ao inquérito.

REFLEXÃO DO DIA


Solidariedade plena ao povo e ao governo legítimo da Venezuela 

A Venezuela está mais uma vez às voltas com uma ameaça de golpe de Estado, fruto da ação das oligarquias locais, representadas por forças que optaram pela violência e a ilegalidade, com o apoio aberto dos Estados Unidos, em mais uma tentativa de ingerência e desestabilização. A ação golpista se desenvolve em meio à guerra econômica e ao terrorismo midiático.
Do Editoral do Portal Vermelho.

NOTAS VERMELHAS: FIQUE LIGADO!

Golpistas brasileiros exigem solidariedade aos golpistas venezuelanos

  

Existem ainda pessoas ingênuas acreditando que, respeitadas as regras da democracia burguesa, tudo correrá normalmente vença quem vencer uma disputa eleitoral. Estes não perceberam que o compromisso da burguesia com a democracia é zero. As forças políticas chavistas venceram, nos últimos 15 anos, 18 eleições de 19 que ocorreram na Venezuela e mesmo assim os eleitos não viveram um só segundo sem a pressão, a chantagem e a ameaça de golpe da elite local, mancomunada com a mídia hegemônica.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

QUANDO UM POETA INSPIRA OUTRO


Por Dedé Rodrigues.
O Poeta Dudu Morais  publicou no seu Facebook a grande sextilha abaixo eu, quando a li,  fiquei inspirado para fazer outro verso, uma sétima, que talvez, sirva também para uma reflexão em tempos difíceis de debates sobre a Filosofia, ciência, Política etc.   
DAS ARMADILHAS DO MUNDO
CADA QUAL É UM REFÉM, 

AS APARÊNCIAS ENGANAM...
PALAVRAS SOLTAS TAMBÉM...
MAS AS ATITUDES MOSTRAM
DIREITINHO, QUEM É QUEM.
Dudu Morais

domingo, 22 de fevereiro de 2015

A espúria aliança entre mídia e setores golpistas do Estado

Autor: Miguel do Rosário

Quem não conhece a história, ignora essa faceta das ditaduras.

O arbítrio não conhece limites, e neste sentido, é até “democrático”: ceifa a liberdade de pobres, classe média e ricos.

Quando os valores fundamentais da democracia são destruídos em nome do arbítrio, todos são vítimas.

Aliás, sabe-se que a classe média brasileira apenas se convenceu de que o regime militar era a barbárie quando os seus filhos, bem nascidos e bem educados, começaram a morrer nas masmorras do Estado.

Os intocáveis da mídia









Autor: Miguel do Rosário

Um dos problemas de escrever sobre política é nos obrigar, de vez em quando, a afirmar coisas idiotamente óbvias.

Por exemplo, uma corrupção não justifica outra. Se o PSDB é corrupto, isso não justifica, obviamente, defender a corrupção no PT.

Digo isso também porque entendo que há setores interessados em jogar lama sobre toda a política.

Ora, a política é podre no mundo inteiro.

É podre nos EUA, na Europa e na Ásia.

Talvez seja um pouquinho melhor na Suécia, mas demorou alguns milhares de anos para chegar lá, e o país teve que conquistar antes um nível de igualdade e justiça social que está anos-luz do resto do mundo.

O bem comum foi enviado ao limbo

Por Leonardo Boff, em seu blog:

As atuais discussões políticas no Brasil em meio a uma ameaçadora crise hídrica e energética se perdem nos interesses particulares de cada partido. Há uma tentativa articulada pelos grupos dominantes, por detrás dos quais se escondem grandes corporações nacionais e multinacionais, a midia corporativa e, seguramente, a atuação do serviços de segurança do império norte-americano, de desestabilizar o novo governo de Dilma Rousseff.

Senado lança livro sobre reforma política


O que é voto distrital ou voto distrital misto? O que significa democracia representativa? O que é mesmo o sistema proporcional de voto? Cada vez que o tema reforma política volta à baila essas palavras são repetidas. Para esclarecer a sociedade sobre esse assunto, o Senado lança, nesta terça-feira (24), às 18h30, o livro Resgate da Reforma Política: diversidade e pluralismo no Legislativo. 



Agência Senado
A obra, de acordo com Rafael Silveira, foi dividida em temas afins para facilitar o entendimento do conteúdo.A obra, de acordo com Rafael Silveira, foi dividida em temas afins para facilitar o entendimento do conteúdo.
O coordenador do Curso de Pós-Graduação em Ciência Política do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), Rafael Silveira e Silva, esclarece que a publicação foi uma iniciativa de consultores e advogados do Senado diante do descontentamento apresentado nas manifestações de junho de 2013 com relação ao sistema político nacional.