quinta-feira, 18 de abril de 2013

LUZINETE MARQUES: “CEGO É AQUELE QUE VER, MAS NÃO QUER ENXERGAR”.

 
Ultima parte.

Na última seção da Câmara de Vereadores no dia 15 de abril utilizando o expediente livre da casa para responder as críticas sofridas pela secretaria de educação atual a ex-diretora de ensino concluiu a sua intervenção iniciada na seção anterior apresentando como avanços mais de 500 horas de capacitação ou formação continuada, a conquista do premio da merenda escolar, a reforma do PCC, distribuição de notebook com professores, dois fóruns sobre a questão da criança, a conquista do selo UNICEF mundialmente reconhecido, o exitoso trabalho com pessoas com necessidade especiais, distribuição de jornais com escolas etc. Para Luzinete, rebatendo as críticas da secretária atual “cego é aquele que ver, mas não quer enxergar”.

Segundo Luzinete, “a secretária atual atribuiu unicamente a gestão anterior o problema do IDEB, mas nós fizemos a nossa parte”.  Ela disse ainda que “tramita no Senado um projeto para tornar obrigatório no Brasil a escola integral, não era argumento para ela acabar com a escola de tempo integral dizendo que tinha pouco aluno”. Para Luzinete “69 alunos em uma escola integral implicam em 138, tudo indica que não querem  ter trabalho, educação é trabalho”. E ela continua “espero que essa gestão dê  continuidade ao programa Mais Educação”. Segundo ainda Luzinete “nós  gostamos de trabalhar e vossa senhoria contribuiu em que para elevar o resultado do IDEB?”
Luzinete resumiu uma série de realizações do governo Dinca e Joel assim dizendo que até o projeto “todos por Uma Cidade Limpa” foi nós que reeditado agora foi o governo dela que criou. Festas juninas,  Projeto de Alimentação Saudável, atos cívicos da Independência do Brasil,  homenagem a poetas, conquista de 09 ônibus novos, construção da nova Escola José Odano de Góis Pires,  depósito de merenda, as da secretaria de educação com sede auditório etc. Nada do que foi dito aqui é utopia, tudo é real.     
Ela disse “não fizeram nada, o que nós não fizemos”?
Nunca detratamos ninguém em quatro anos, ela em dois meses fez;
Nunca fechamos sala de aula, ela em dois meses fez;
Nunca deixamos de elaborar a carga horária, ela em dois meses fez;
Nunca terceirizamos a capacitação, ela em dois meses fez.
Luzinete concluiu citando um provérbio “cego é aquele que ver, mas não quer enxergar”.

3 comentários :

Anônimo disse...

Muita boa e verdadeira a fala da Professora Luzinete. Parabéns!!!!!!!
Joana Santos.

Maria Luzinete Marques Pereira disse...

Obrigada Joana Santos, mas veja o que estou passando por ter usado o meu direito de resposta:

SOU PROFESSORA EFETIVA DO ENSINO FUNDAMENTAL II DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE TABIRA - PE E ESTOU SOFRENDO RETALIAÇÃO DO “GOVERNO DO POVO”, DEVIDO A MINHA PARTICIPAÇÃO NA CÂMARA DE VEREADORES NOS DIAS 08 E 16/04/13. TUDO ISSO PORQUE FIZ USO DO DIREITO DE RESPOSTA À ATUAL SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PELOS INSULTOS SOFRIDOS POR ELA, NA CÂMARA DE VEREADORES, NO DIA 12/03/13.
Pois bem, no dia 16 de janeiro do ano em curso, entrei com um requerimento pedindo dispensa total de carga horária para cursar Mestrado em Educação, cujo direito está preconizado na Lei Municipal nº 541/2010 de 21/01/10, artigo 39, inciso II. Acontece que só hoje, 19/04/13, fiquei sabendo que O MEU PEDIDO TINHA SIDO INDEFERIDO, ATRAVÉS DO OFÍCIO Nº 105/2013 DA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E DO PARECER JURÍDICO DATADO DE 05 DE ABRIL DE 2013 e assinado pelo advogado Napoleão Manoel Filho.
Segundo a atual Diretora de Ensino, Prof.ª Jacira Ramos, no dia 04/02/2013, o meu pedido havia sido DEFERIDO, por força do Parecer favorável do advogado Clênio Pires de Morais e, em detrimento desse fato, ela me dispensou de assistir a primeira Jornada Pedagógica, que teve início no dia 05/02, dispensando-me também de exercer a função de professora II na Escola Municipal de Tempo Integral Antonio Nogueira Barros, local onde fui localizada desde a gestão anterior.
Engraçado é que, enquanto não havia me manifestado estava tudo certo, eu estava dispensada da carga horária total de 200 horas, para cursar Mestrado em Educação, como está assegurado na Lei supracitada, depois da minha atuação na Câmara de Vereadores, o que estava certo eles revogaram e ignoram a Lei!!!!!! E isso é o GOVERNO DO POVO???? PURA UTOPIA!!!!! ISTO É O GOVERNO DA RETALIAÇÃO, DA PERSEGUIÇÃO, DO DESCASO!!!!!!!!!!!!!
Digo assim porque hoje estive no Departamento de Pessoal da Prefeitura Municipal de Tabira, vi minha a ficha funcional e observei que a última coisa que tinha sido lançada neste governo eram as minhas férias de 2012! Pedi cópia, através de requerimento ao senhor secretário de administração e o mesmo diz que só pode atender o meu pedido na próxima segunda-feira. Preciso dizer que na referida ficha, neste governo, não tem portaria de nada! Quanto desleixo! Como é que desde janeiro não resolveram nada e me afastam sem nenhum documento oficial e, só agora, 02 meses depois, me dão um parecer desfavorável para o pedido feito em 16/01/13???????????
Tudo isso prova o que afirmei na Câmara de vereadores: Começaram o ano sem distribuir Carga horária e sem fazer as localizações dos professores do 6º ao 9º ano e muito mais!!!!
Santo Deus!! Quanto descaso! Ainda bem que só são quatro anos que, com os poderes de Deus, passarão bem depressa!!!!

AntoniaEmanuella disse...

E o DITADOR n era Dinca??? Sabe o que é isso?? Prefeito mal acessorado!!

Postar um comentário