quarta-feira, 25 de dezembro de 2019

Black Friday (em prol da Natureza)


Plantas nativas e fruteiras a partir de 1,00 (um real).

(Arborize a sua chácara ou sítio)

Atendimento pela manhã.

Local: Rua Eduardo Domingos de Lima, 417 – Tabira – PE

Em frente ao Balada Club.  (Organização Gerusa Tavares).

Lista de plantas, preços e breve descrição da importância delas:

1. Pé de Leucena – 1,00 ( é uma planta nativa da America Central). É uma leguminosa perene, palatável com grande utilidade na alimentação de suínosbovinos e caprinos. (É bastante resistente à seca).                                            Abaixo foto de plantio de leucena.


2. Pé de ipê-rosa: (1,50). É uma árvore nativa da América do Sul.  Suas flores duram de Maio a Agosto. As suas numerosas flores são recortadas e na forma de sino. (Linda para ornamentar a chácara ou sítio). A sua madeira é preciosa e é usada na medicina alternativa. O ipê contem potássio, cálcio, ferro, bário, estrôncio e iodo. Contem também um potente antibiótico. Possuindo vários nomes populares, ipê-comum, ipê-reto, ipê-rosa, ipê-roxo da mata, pau d'arco-roxo, etc. Abaixo a árvore florida -  (linda).




3. Pe de Ipê-amarelo: (1,50). É também conhecido no Brasil. A floração amarela inicia no final de agosto, a espécie é hermafrodita, a frutificação ocorre entre setembro e fevereiro, dependendo da região, árvores cultivadas começam a se reproduzir com três anos. Fica linda florada e é uma planta resistente a seca. Abaixo árvore de  ipê amarelo florido - (Lindo). 




4. Mulungu – (1,50). A espécie é utilizada como árvore ornamental nas regiões tropicais e subtropicais e como planta medicinal na medicina tradicional sul-americana, especialmente na brasileira.                              Abaixo pé de mulungu florido (lindo). 



5. Azeitona Preta: (1:50).  Na Região Nordeste do Brasil, é conhecida como "azeitona-preta” ou “azeitona-roxa”, oliveira, e jamelão dependendo do estado. Nessa região, a planta adaptou-se tão bem que se tornou espécie subespontânea, sendo chamada de "brinco-de-viúva. Muito boa para preservar as espécies pássaros como alimento. Ajuda a reduzir o colesterol ruim e aumenta os níveis do colesterol bom.                                    (Abaixo pé de azeitona preta). 


6. Pé de condessa: (100). Nativa de regiões da América Central e das Antilhas. Boa fonte de vitamina C. Pode ser usada na recuperação de áreas degradadas, já que seus frutos atraem a fauna. É polinizada principalmente por insetos.                  (Abaixo pé de condessa). 


7. Mamão popaia: (1,00). O mamão papaia é uma fruta saborosa e saudável, rico em fibras e nutrientes como a vitamina C e o licopeno. Ele é de tamanho menor que o mamão formosa, mas ambos têm composição e nutrientes bastante parecidos.



8. Mamão formosa ou mamão grande. (1,00). Além do sabor delicioso e da cor laranja intensa ou vermelha há uma série de benefícios do mamão para a saúde de quem o consome. A fruta é uma fonte rica em nutrientes. É consumido maduro ou verde, sendo esse utilizado em saladas, suas sementes também são comestíveis, ricas em gorduras e proteínas.



9. Limão: (1,00). Para manter o intestino saudável. Além de eliminar substâncias tóxicas, essa combinação estimula os movimentos intestinais e ajuda o fígado a produzir a bile, ácido importante para a digestão.



10. Goiaba branca: (1,50). goiaba é uma fruta rica em fibras que estimulam os movimentos intestinais, melhorando a digestão.


11.  Goiaba Vermelha: (1,50). goiaba é uma fruta com grande valor nutritivo e propriedades medicinais, devido ao seu conteúdo em vitamina C, A e B.
melhora a digestão. Trata a diarreia, evita o envelhecimento e previne do câncer, a anemia e favorece a perda de peso.


12. Graviola: (2,00). A graviola destaca-se como uma fruta fonte de cálcio, magnésio, manganês, potássio, além de possuir vitaminas B1, B2, B6. Por sua composição, essa fruta também é relatada como coadjuvante para a perda de peso, principalmente pela baixa quantidade calórica e pela presença de fibras, que fornecem maior saciedade. Sendo o seu consumo recomendado em casos de prisão de ventre, diabetes e obesidade.



13. Romã: (2,00). É bom para defesa e proteção contra doenças crônicas. Ajuda no rejuvenescimento celular e é bom para a pele. A romã tem destaque principalmente por suas ações anti-inflamatória, antimicrobiana e antioxidante.


14. Seriguela: (1,00). Esta planta é usada como diurética, energizante, cicatrizante, anti-inflamatória, melhora as funções gastrointestinais e reduz as taxas de colesterol. O chá das folhas é também usado para a lavagem de feridas e de queimaduras.


15. Manga espada enxertada com maranhão,  manga manguito  e  manga manteiga: (etc). (2, 00). Os benefícios da manga incluem: Combater a prisão de ventre porque tem efeito laxante e melhora a digestão. Ajuda a controlar a pressão porque tem fibras solúveis e antioxidantes que melhoram o funcionamento das artérias. Protege as células e previne o câncer porque é rica em antioxidantes; melhora a saúde da pele e protege do sol, porque tem ação fotoprotetora. Fortalece o sistema imunológico.



15. Mororó ou Pata de Vaca: (2,00). É uma árvore ornamental, apreciada em áreas urbanas por suas belas e grandes flores. É usada tradicionalmente como medicamento e tem sido objeto de estudos no controle da diabetes. Estudos científicos [1] comprovaram a planta é capaz de reduzir a hiperglicemia tendo ação semelhante a da insulina.[2] Além disso, estudos comprovam um importante potencial antioxidante dos extratos da planta in vitro [3]. A espécie é pioneira e importante na regeneração de matas degradadas.


16. Moringa: (Em fase de experiência).  A planta ficou famosa por ser rica em nutrientes. Em 100 gramas de moringa, há a mesma quantidade de cálcio de 1,6 litro de leite; a mesma quantidade de ferro de 1 kg de espinafre; a mesma quantidade de vitamina A de 1,3 kg de cenoura; a mesma quantidade de potássio de 4 bananas. A moringa também é rica em vitaminas do complexo B e tem propriedades antioxidantes. OB. Proibida pela Anvisa a fabricação de produtos da moringa para tratamento de humanos.


 17. Flamboyant ou Sombrião: (2,00). (Em fase de experiência). A planta foi descoberta na ilha de Madagascar, na África, por um botânico francês em 1824. As primeiras mudas do flamboyant foram trazidas ao Brasil no início do século 19 e é ideal para ser cultivada em campos abertos. Adaptou-se muito bem em toda a América tropical, sendo muito popularizada nas ilhas do Caribe. No Brasil, é usada na arborização de ruas e praças. Dica: É melhor plantar em chácaras ou sítios ou afastada de  caçadas de calçamento devido as raízes grandes dela.


18. Pé de Castanhola: (1,00). É cultivada como árvore ornamental. Os seus frutos comestíveis, embora um pouco ácidos, são muito apreciados pelos morcegos. A sua madeira é vermelha, sólida e resistente à água, tendo sido utilizada para fazer canoas na antiga Polinésia. Obs. Planta exótica, (invasora).


19. Pé de Pitomba. Em fase de experiência. (2,00). O caroço da Pitomba é eficaz no tratamento de diarreias graves. A Pitomba fortalece o Sistema Imunológico por ser Rica em Vitamina C. A Pitomba é benéfica na proteção do sistema vascular. A Pitomba por ser Rica em Ferro colabora na formação da hemoglobina. Seus frutos são comercializados nas feiras das regiões Norte e Nordeste no Brasil, sendo muito procurados por pássaros e amplamente cultivados em pomares domésticos por todo o país.

20. Pimenta de cheiro – (1,00) - Boa para temperar feijão, carne etc. Pimenta pode reduzir pressão alta. A pimenta é a mais nova aliada no tratamento contra hipertensão. Um estudo chinês descobriu que a substância que torna a pimenta picante é responsável também por aumentar a produção de óxido nítrico – molécula que protege os vasos sanguíneos contra inflamação e disfunção.



21. Pimenta malagueta. (1,00) -  (Plantar em vaso ou no chão do quintal). 





22. Porquinho da Índia ou preá da Índia – (Macho 5,00) – fêmea (10,00). 


Obs. -  Os preços das "plantas" poderão variar depois (dependendo da oferta e da procura). Procure a gente logo.


Fonte de informação: Site Wikipedia.

0 comentários :

Postar um comentário