quinta-feira, 24 de maio de 2018

PREFEITURA DE TABIRA PARTICIPA DA CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA AMBIENTAL PARA PERNAMBUCO

Por Dedé Rodrigues

A Prefeitura Municipal de Tabira, por intermédio das secretarias de Juventude e Meio Ambiente e da Secretaria de Educação,  participou do Seminário Construindo a Poliítica de Educação Ambiental de Pernambuco – PEAPE - oferecido pela SEMAS (Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco). Sete municípios do Sertão do Pajeú estiveram presentes e, de Tabira, participaram o Secretário de Juventude e Meio Ambiente, Dedé Rodrigues, pela educação Drª Cris Nutricionista, Janine Brito, Técnica Educacional  e Jadilma, integrante da Secretaria, todas autorizadas por Lúcia Santos, Secretária de Educação do município.


Conforme a intervenção de Genilsa Gonçalves da SEMAS, “as responsabilidades dos países para a construção de uma sociedade sustentável são recentes, datam do evento em Tbilisi, em 1977”. Talvez isso explique o envolvimento dos governos ainda insuficiente com a pauta ambiental. De qualquer maneira diversos avanços são constatados dessa época para cá, variando de país para país.

A coordenadora do evento, Genilsa Gonçalves distribuiu com os participantes  uma sacola com kits com material de orientação,  fez diversas provocações e passou a bola para os presentes que cumpriram bem a tarefa de estudar o material já produzido por outros municípios e apresentar diversas proposta para enriquecer o plano do meio ambiente do estado.  


Os referidos participantes foram divididos em dois grupos e os debates foram ricos em ideias e propostas. No início levantamos diversas provocações,  apontamos problemas para o enfrentamento do Governo do Estado e apresentamos, entre outras, as propostas de: ampliar os recursos para área da educação ambiental; apoiar os municípios no enfrentamento dos problemas dos lixões; estimular a criação das agências municipais do meio ambiente; realizar encontros macro ou microrregionais para discussão, planejamento, encaminhamento e  monitoramento das questões ambientais para cada município; realizar encontros de capacitação ambiental com líderes de instituições urbanas e rurais; sensibilizar as instituições religiosas a incluírem nas homilias e cultos as questões ambientais; estimular a criação de consórcios ambientais entre as prefeituras nas microrregiões do Estado; enfrentar, junto com os municípios a questão da  logística reversa; implantar nas escolas estaduais e apoiar as escolas municipais na inclusão da educação ambiental  em todas as áreas de ensino, nos currículos escolares, nos planos pedagógicos das escolas e em todas as  capacitações ou formações continuadas dos professores.  


O encontro foi importante, haja vista, que uma democracia popular precisa contar com o envolvimento do povo na elaboração das políticas públicas, principalmente nesse momento que vive o país com retrocessos democráticos de toda ordem. Não há outro caminho, mais recomendado do que esse,  para os governos de cima a baixo, no tocante a construção da cidadania e a proteção do meio ambiente. Parabéns a todos os envolvidos.  O enfrentamento dos problemas ambientais e a preservação da vida na terra, bem como, a proteção do meio  ambiente,  são problemas de todos, meu e seu. 


































0 comentários :

Postar um comentário